domingo, 1 de julho de 2012

Domingo, eu sentada aqui em frente ao micro, com preguiça de ir à cozinha descascar o meu grão de bico...xeretando nos sites para ver uma reportagem legal para postar, eis que me deparo com a foto abaixo...do site da BBC News, de 2010, sobre as inundações no Paquistão...deprimente...me senti mal...











A fotografia, tirada no dia 31 de agosto de 2010 e distribuída pela AP, girou o mundo, foi publicada pela editoria de Internacional do La Repubblica em página dupla, o jornal Guardian colocou-a na primeira página, e a sua enviada, Rania Abouzeid, foi atrás das crianças e da sua família.


Escaparam das inundações que atingiram o Paquistão por mais de um mês, assim como outros milhões, dezenas de milhões de desalojados. Vêm dos arredores de Peshawar, acamparam na beira da estrada para Azakhel, estão ao lado dos carros que passam por ali e pedem qualquer coisa.


Essa família, a mãe Fatima, o pai Aslam Khan e os seus oito filhos – os dois em primeiro plano, na foto, Reza e Mahmoud, têm dois anos e são gêmeos – não são nem paquistaneses, mas refugiados afegãos e portanto escaparam, na primeira vez, da desgraça dos homens e, na segunda, da desgraça da natureza e ainda estão mais atrás na fila longuíssima dos infelizes que estendem as mãos. Agora, estão morrendo de fome.


“Há um mês, eles não têm leite”, diz a mãe. Escreve a jornalista: “Quando a encontramos, Reza ainda estava agarrado à mesma mamadeira. Ainda estava vazia”. Antes, Aslam vivia andando de bicicleta vendendo frangos e ovos. Agora, ao redor e dentro de uma barraca, sem nenhuma organização humanitária que administre o pequeno acampamento, sem água nem ajuda sanitária, humanos e outros animais sobrevivem na imundície comum, e as moscas estão por toda a parte. Para afastá-las, Fatima tem só um leque de folhas de bambu. E tem pouco tempo e forças para gastar em uma guerra contra as moscas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter deixado um recado...volte novamente para podermos trocar experiências e novidades...beijao!!!