quinta-feira, 31 de maio de 2012


Schin retira comercial do ar após queixa de associação de gays e lésbicas



No filme, um homem fica constrangido ao descobrir que uma mulher que chamou sua atenção é, na verdade, um travesti. 






A Schincariol retirou do ar uma propaganda de sua cerveja Nova Schin depois de uma denúncia feita pela Associação Brasileira de Lésbica, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) por descriminação junto ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar).Segundo o G1, a Schincariol divulgou uma nota dizendo que não recebeu nenhuma noticicação do Conar, mas retirou o comercial do ar "em respeito às pessoas que se sentiram, de alguma forma, afrontadas".



No filme, um homem fica constrangido ao descobrir que uma mulher que chamou sua atenção é, na verdade, um travesti. Em ofício assinado pelo presidente Toni Reis, a ABGLT lamenta a propangada, dizendo estar indignada com o comercial "em que um homem travestido de mulher é objeto de escárnio, piada e debocha".
A propaganda "Festa de São João" traz a fala "de noite era Maria e de dia era João. A ABGLT considera que o comercial banaliza e confirma a discriminação sofrida pelos travestis. "Entendemos que é preciso ter bom humor, não se deve utilizar-se da fragilidade de uma população para vender um produto. Isto não é condizente com o preceito constitucional da dignidade humana", diz a nota.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter deixado um recado...volte novamente para podermos trocar experiências e novidades...beijao!!!